A Importância de Eventos

A IMPORTÂNCIA DE EVENTOS: GANHOS DIRETOS E INDIRETOS

As feiras e exposições são acontecimentos de grande magnitude e amplo alcance que funcionam como vitrine para produtores, fornecedores, distribuidores e afins que, durante um período limitado de tempo e em um espaço determinado e organizado para tal, possam expor seus produtos e serviços para os visitantes. Algumas feiras são abertas ao público, e outras são restritas a profissionais do setor e membros da imprensa.

A gestão de eventos evoluiu para uma grande expansão universal, muito diversificada quanto à tipos e com forte importância social, econômica e cultural.

Segundo o World Travel & Tourism Council (2016), o turismo gera, a nível mundial, uma contribuição de 10%, aproximadamente US$7,6 trilhões, para o PIB e gera 292 milhões de empregos, o que significa 1 a cada 10 empregos no planeta.

 Enquanto que a indústria de eventos brasileira movimenta R$209,2 bilhões, realiza 590 mil eventos por ano e tem crescimento de 5% ao ano, segundo pesquisa realizada pelo Sebrae e SPCVB (2013). A participação das empresas nas feiras de negócios brasileiras quintuplicou nos últimos 12 anos, saindo de 7,5 mil em 1992 para 38 mil em 2014. O aumento na circulação de informações cria oportunidades e também a necessidade de eventos mais específicos e dirigidos, contribuindo para maior quantidade de eventos organizados.

Segue Infográfico da previsão de negócios só na cidade do Rio de Janeiro no período de 2017 a 2027:

Imagem1
Fonte: Jornal O Dia

A área de eventos é um dos segmentos de turismo que mais cresce na atualidade, segundo dados do Ministério do Turismo (2017). Reforçado pelo aumento das viagens, mais de 1,2 bilhão de pessoas viajando pelo planeta de acordo com um estudo realizado pela Organização Mundial de Turismo (2017), e como resultado do processo de globalização.

Além disso, é um importante gerador de empregos. Marx Beltrão, ex-ministro do turismo no Brasil, afirma que os eventos ajudam os municípios a reduzir a sazonalidade do turismo, movimenta a economia, gerando emprego e renda fora das altas temporada. E, ainda, melhora a estrutura da cidade e condições de vida da população dos residentes locais, como foi o caso da reestruturação da cidade do Rio de Janeiro para receber a Copa do Mundo e Olimpíadas que resultou em obras de mobilidade urbana como a Transcarioca, revitalização de espaços abandonados como o Porto Maravilha etc. Pode ser considerado um importante reator da economia do entretenimento, desenvolvendo nações econômico e socialmente.

Eventos assumem a função básica de marketing para as empresas, mas recentemente tem evoluído para além desse propósito. A reunião do maior número possível de pessoas em curto espaço de tempo amplifica o impacto e permite as empresas brasileiras um ambiente de desenvolvimento crescente e contínuo a fim de lançar produtos ou serviços, fortalecer e buscar novos mercados, se atualizar etc. Isso demonstra a importância de eventos para a competitividade, pois oferece oportunidade de negócios em escala crescente. E, ainda, atinge outros setores que não o seu, como hotelaria, alimentação, transportes, montagem de stands e outros.

Além disso, pode ser considerado um espaço para desenvolver o networking profissional, assim como analisar e coletar informações sobre novidades de mercado e seus concorrentes, conversar com fornecedores, tudo em um curto espaço de tempo.

Para Kotler e Armstrong (1993), as feiras e eventos possuem um importante papel nos negócios das empresas. Os benefícios giram em torno que eventos proporcionam experimentação e interação estimulando os interesses do consumidor, o que consequentemente facilita as vendas. Isso vai contra ao movimento atual de tecnologia em detrimento do contato pessoal. Por isso, as feiras surgem como uma oportunidade nesse cenário, proporcionando uma comunicação muito eficaz nesse sentido de contato direto e personalizado com o cliente, fidelizando-o.

Além disso, outro aspecto importante do setor de evento é sua assertividade, sua grande força está na possibilidade de segmentar o público de interesse e transmitir mensagens específicas. Ainda oferece comodidade ao cliente final já que consolida tudo relacionado àquele setor em um só ambiente, fazendo essa valiosa conexão entre as empresas e seus clientes. Evento é um caso atípico de ganha-ganha-ganha, em que todos os envolvidos têm benefícios ao participar.

Referências Bibliográficas:

MARTIN, Vanessa. Manual Prático de Eventos. Editora Campus, 2008.

COBRA, Marcos. Marketing de Turismo. Editora Cobra, 2017.

KOTLER, Philip. Administração de Marketing. Editora Prentice Hall, 2000.

Referências Eletrônicas:

Disponível em < http://www.turismo.gov.br/ultimas-noticias/1276-omt-lanca-relatorio-sobre-mercado-de-eventos.html > Data de acesso: 23 de Outubro de 2017

Disponível em < http://www.sistemaeventos.com/o-profissional-de-eventos-e-suas-perspectivas-de-trabalho/ > Data de acesso: 27 de Outubro de 2017

Disponível em < https://www.dicio.com.br/evento/ > Data de acesso: 29 de Novembro de 2017

Disponível em < http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/07/1903800-mudanca-nos-gastos-em-publicidade-impulsiona-empresas-de-eventos.shtml > Data de acesso: 29 de Novembro de 2017

Disponível em < https://www.wttc.org/research/economic-research/economic-impact-analysis/ > Data de acesso: 29 de Novembro de 2017

Disponível em < http://www.eventosbrasil.org.br/not151014.php > Data de acesso: 29 de Novembro de 2017

Disponível em < http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2017/06/faturamento-de-empresas-do-turismo-cresce-no-primeiro-trimestre > Data de acesso: 29 de Novembro de 2017

Disponível em < http://www.bureaueventos.com.br/news/ > Data de acesso: 29 de Novembro de 2017

Disponível em < http://www.turismo.gov.br/%C3%BAltimas-not%C3%ADcias/5606-a-for%C3%A7a-do-turismo-de-neg%C3%B3cios-no-brasil.html > Data de acesso: 30 de Novembro de 2017

Disponível em < http://www.bureaueventos.com.br/news/ > Data de acesso: 30 de Novembro de 2017

contato@agenciabtt.com.br

Atendimento: (21) 4042-0047

💬 Precisa de ajuda?